Repouso na gestação x Fisioterapia


O repouso absoluto durante a gestação muitas vezes acarreta prejuízos psicológicos para a gestante, afinal de contas, este é um momento onde toda mulher gostaria de passear exibindo a barriga tão almejada, de continuar a sua vida de forma ativa e poder ela mesma fazer o enxoval do seu bebê.
Ficar em cima de uma cama na dependência de outras pessoas para tudo é altamente desgastante.

Além dos problemas emocionais e psicológicos acarretados pelo repouso, existe ainda os problemas físicos que envolvem os movimentos da musculatura e a preservação da coluna.

Na minha gestação, o meu repouso foi absoluto. Até o quinto mês eu me levantava somente para fazer as minhas necessidades fisiológicas, tomar um banho sentada de quatro minutos e para realizar as refeições eu me recostava à cama.
Após o quinto mês, haja visto o alto risco da minha filha nascer prematura eu aumentei o repouso por conta própria passando a tomar banho na cama e fazendo todas as refeições literalmente deitada.

Após o nascimento da minha tão esperada filha, a musculatura (principalmente a lombar) ficou enfraquecida e com a nova missão de cuidar de um bebê mais os afazeres domésticos eu não tive tempo hábil para fortalecer a musculatura, ocasionando um abaulamento que com o passar dos anos transformou-se em hérnia de disco.

Por este motivo é muito importante que todas as mulheres que necessitam realizar o repouso absoluto ou que passam a maior parte do seu tempo deitada durante a gestação, procure o auxílio de uma fisioterapeuta. Esta terá a missão de realizar movimentos suaves que não prejudicarão a cerclagem e não forçará o colo do útero e ao mesmo tempo fará com que, mesmo em repouso, os exercícios movimentem os músculos para que não haja problemas após a gestação. Alongamentos leves são indicados e estes podem ser realizados mesmo que a paciente esteja acamada.

Após o nascimento do bebê, procure o auxílio de um ortopedista ou neurologista para avaliar as condições da sua coluna e joelhos.
Hoje em dia existem vários tratamentos que poderão ajudar-lhe a ter uma boa condição física, tais como: RPG, fisioterapia, hidroterapia, hidroginástica, pilates, etc.

Seja qual for a modalidade escolhida, o importante é movimentar-se da forma correta para o fortalecimento da musculatura lombar, toráxica e cervical.

Ao amamentar o seu bebê, procure não forçar a coluna, sente-se ereta e com os pés sempre apoiados no chão.

Agindo desta forma, você terá saúde e disposição para cuidar do seu bebê tão sonhado.


Autoria: Erivane de Alencar Moreno



 
 cerclagem@cerclagem.com.br
 Comentários da autora  / Entrevistas Fale conosco




© Todos os direitos reservados a ERIVANE DE ALENCAR MORENO. Todas as matérias poderão ser reproduzidas desde que as fontes sejam citadas.
© Copyright 2010 

ATENÇÃO: as informações disponibilizadas neste site e fornecidas através da newsletter do site CERCLAGEM  têm propósitos orientadores, e não representam um substituto para aconselhamento e/ou tratamento médico especializado.



  Site Map